Acusado de ter cometido homicídio contra o estudante Davi é preso

Arrisson Sá Pedroso, de 24 anos, se apresentou na 16ª Seccional de Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira(20), e recebeu voz de prisão do delegado Dmitri Teles. A autoridade policial fará a oitiva do preso, no sentido de obter informações acerca da motivação do crime, que tirou a vida do estudante Davi Amaral.

FIQUE POR DENTRO: O jovem Davi Silva Amaral, de 18 anos, estudante do Colégio Rodrigues dos Santos, foi encontrado desmaiado na manhã de quinta-feira (14), em um terreno baldio localizado na Avenida São Nicolau, bairro São José Operário, em Santarém, oeste do Pará. Há informações de que Davi Amaral tenha sido vítima do crime de homofobia, mas a Polícia investiga outras motivações. Após ser encontrado, o Samu foi acionado e levou Davi para o Hospital Municipal de Santarém, onde recebeu atendimento médico, porém, seu estado de saúde era bastante grave, pois recebeu vários baques na cabeça. Davi teria saído na noite de quarta-feira para beber com uns amigos, no bairro do Livramento, porém, a desconfiança é que, quando retornava para sua casa deve ter sido agredido.

Após diagnóstico da morte encefálica, divulgada no domingo(17), a pedido da família, os aparelhos que mantinham Davi Amaral, foram desligados, na segunda-feira(18).

Diante da morte, o caso foi encaminhado para a divisão de homicídios, que em investigação identificou o suspeito Arrisson Sá Pedroso. A autoridade policial solicitou à Justiça a prisão preventiva do suspeito, e foi cumprida hoje.

Fonte: RG 15/O Impacto com foto de Bena Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *