Comércio paraense tem a terceira maior queda do país

Em abril de 2019, o volume de vendas do comércio varejista paraense recuou -2,6%, frente a março/2019. Apesar dessa variação negativa, o setor vinha com resultados positivos em março (2,0%) e fevereiro (1,0%). Por esse resultado, o Pará ocupou, dentre as 27 Unidades da Federação, a terceira posição em variação negativa, ficando atrás da Paraíba (-3,5%) e Rio de Janeiro (-2,8%).

Na média dos últimos três meses as vendas no comércio varejista do Pará ficaram com 5,6 %, eliminando a queda registrada em março (-4,4%). No acumulado do primeiro quadrimestre de 2019, o comércio varejista paraense registrou 0,2%. Já o acumulado dos últimos 12 meses foi de 1,9%, mantendo estabilidade em relação a março (2,0%).

Gêneros alimentícios, eletrodomésticos, móveis, papelaria, produtos esportivos, veículos automotores e artigos de óptica registraram quedas em abril
Os destaques no volume de venda por atividade foram para os setores gêneros alimentícios, eletrodomésticos, móveis, papelaria, produtos esportivos, veículos automotores e artigos de óptica, todos com quedas significativas na receita bruta de revenda.

As quedas do mês de abril são explicadas pela postura do consumidor, que por conta da crise econômica, tem adotado uma atitude mais contida em relação aos gastos e despesas. Já os empresários têm enfrentado as paralisações das atividades e problemas de ordem fiscais, o que limita a atuação no comércio varejista paraense.

 

Fonte: IBGE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *