Buscando a valorização das pessoas surdas, programação celebra o setembro azul

Este mês não fala apenas da prevenção ao suicídio (o “Setembro Amarelo”), mas também tem espaço para discutir a valorização da cultura e identidade da comunidade surda, chegando assim ao chamado “Setembro Azul”. Com isso, Santarém está recebendo uma vasta programação voltada ao tema. As atividades começaram nesta quinta-feira, dia 26, e seguem até segunda-feira, dia 30.

O evento conta com a colaboração de instituições educacionais como a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), do Instituto Federal do Pará (IFPA) e a Escola de Ensino Técnico do Estado do Pará (EETEPA). Busca-se neste dias falar sobre aspectos do movimento surdo e divulgar a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Confira a programação:

  1. AÇÃO 01: OUTORGA
  • Data: 26 / 09 / 19. (Quinta-feira)
  • Local: UFOPA – Campus Tapajós
  • Hora: 18:00h – 22:00h

  1. AÇÃO 02: RODA DE CONVERSA
  • Data: 27/ 09 / 19. (Sexta-feira)
  • LIBRAS: na perspectiva Familiar e Educacional
  • Hora: 14: 00h – 17:00h
  • Local: IFPA- Instituto Federal do Pará. End: Av. Castelo Branco Interventoria.

  1. AÇÃO 03: MOSTRA DE MATERIAIS DO PROGRAMA DE EXTENSÃO LIBRAS NO OESTE DO PARÁ
  • Data: 27/09/2019. (Sexta-feira)
  • Hora: 17:00h – 21:00h
  • Local: Ufopa Campus Rondon (Patifão)
  • End: Av. Marechal Rondon, s/n, bairro Caranazal, Santarém – PA.

  1. AÇÃO 04: MISTURA CULTURAL
  • Data: 28/09/2019 (Sábado)
  • Hora: 19:00h – 21:00h
  • Local: Shopping Rio Tapajós.
  • End: Av. Fernando Guilhon

  1. AÇÃO 05: BATE PAPO EM LIBRAS
  • Data: 29/09/2019. (Domingo)
  • Hora: 19:00h as 21:00h
  • Local: Orla/ Praça do pescador.
  • End: Av. Tapajós

  1. AÇÃO 06: MESA REPRESENTATIVA SURD@
  • Data: 30/ 09/2019. (Segunda)
  • Hora: 19:00h as 21:30h
  • Local: EETEPA
  • End: Av. Fernando Guilhon

O Setembro Azul

O Setembro Azul visa esclarecer o jeito surdo de ser, de perceber, de sentir, de vivenciar, de comunicar, de transformar o mundo de modo a torná-lo habitável. A comemoração do Setembro Azul foi idealizada, segundo Strobel (2013), em julho de 1999, no XIII Congresso Mundial da Federação Mundial de Surdos, na Austrália. Ocorreu nesse evento a Cerimônia da Fita Azul (Blue Ribbon Ceremony), em lembrança das vítimas surdas da opressão e do audismo. Neste evento, o Dr. Paddy Ladd (surdo), usou pela primeira vez a fita de cor azul como símbolo do movimento.

RG 15/O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *