Pesquisa aponta crescimento de vendas na Black Friday; saiba o que vale a pena comprar

A Black Friday é uma das datas mais esperadas do ano para muitos consumidores, seja para fazer aquela compra específica muito esperada ou aproveitar as promoções e descobrir novidades. Neste ano, a Black Friday no Brasil deve movimentar R$ 3,15 bilhões, representando um crescimento de 21% em comparação a 2018, segundo um estudo do responsável pela ação no país, o grupo de Marketing Digital LeadMedia.

Segundo o estudo, a região sudeste deve ser novamente a campeã de vendas, com a expectativa de 61% do valor total do faturamento da ação. Já a região Nordeste deve ter o maior crescimento, com um aumento de 12% para 14% do total das vendas.

De acordo com Ricardo Bove, criador do evento no Brasil, a iniciativa contribui para a economia, mesmo em tempos que o país segue em crise. “Mesmo no ápice da crise econômica, o Black Friday continuou puxando a economia para cima. Por volta de 5 milhões de pessoas compram pela primeira vez na internet a cada ano e o Black Friday é uma grande porta de entrada para elas”, destacou em matéria publicada pelo portal InfoMoney.

O meio digital continuará sendo líder de vendas. No ano passado 58,4% dos consumidores compraram pela internet, mas as compras em loja física seguem crescendo ano a ano: em 2018, 26,5% utilizaram também o varejo tradicional e outros 15% compraram apenas em lojas físicas.

Confira algumas dicas sobre o que vale a pena comprar!

Muitas pessoas aproveitam a data para comprar produtos mais caros, por contar com promoções mais vantajosas. Neste ano, o celular é líder nas intenções de compras, com 37% das buscas, seguido por eletrodomésticos (36%) e televisores (29,3%).

A data também é interessante para quem deseja comprar itens criativos e diferenciados como investir em uma lâmpada musical para divertir um ambiente e torná-lo mais original, renovar cadeira e o tapete do escritório com peças de design diferenciados, ou atualizar a prateleira de livros e souvenires, por exemplo.

Segundo o Instituto de Defesa do Consumidor (Procon), o mais importante é planejar as compras com antecedência, pois assim fica mais fácil de evitar compras não tão vantajosas. Pesquisar os preços dos itens antes da Black Friday é interessante para evitar cair na chamada “Black fraude”. É comum que alguns comércios subam o preço dos itens na véspera do evento para dar descontos irreais no dia.

Além disso, é importante checar a confiabilidade dos sites que você faz a compra, para evitar golpes e ter a certeza que o produto irá chegar intacto na sua casa e no prazo informado pelo fornecedor.

Outra dica é antes de fazer a compra, olhar o site do Reclame Aqui ou conferir no Consumidor a opinião de outros consumidores sobre a empresa que você está desejando comprar. Também é essencial que as compras pela internet sejam feitas em computadores seguros e protegidos, não nos públicos como os disponíveis em lanhouses ou cafés.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *