Alexandre de Moraes suspende nomeação de Ramagem na PF

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, suspendeu nesta quarta-feira, 29, a nomeação de Alexandre Ramagem para diretoria-geral da Polícia Federal.

Após a saída de Sergio Moro do governo sob a alegação de interferência política na Polícia Federal, a nomeação do novo diretor-Geral da corporação pelo presidente Jair Bolsonaro virou alvo de uma série de ações na Justiça e de resistência no Congresso.

O motivo da ofensiva é que o novo nome da PF é amigo pessoal da família Bolsonaro, o que demonstraria supostos interesses do presidente e aliados em sua nomeação – que foi oficializada no DOU desta terça-feira, 28, em substituição a Maurício Valeixo.

Saída de Moro

A troca da saída da PF foi o estopim para a saída de Sergio Moro do governo. Na ocasião, o ex-ministro acusou Bolsonaro de interferência política na Polícia Federal.

Segundo Moro, o presidente queria no cargo uma pessoa do contato pessoal dele para poder “colher informações” e “relatórios” diretamente.

  • Processo: MS 37.097

Fonte: Migalhas Jurídicas

Um comentário em “Alexandre de Moraes suspende nomeação de Ramagem na PF

  • 29 de abril de 2020 em 18:31
    Permalink

    kkkkkkkkk…na verdade os políticos e demais envolvidos na trama para derrubar Bolsonaro, querem na Pol Fed gente ligada a eles, um “maleável” como o diretor demitido, que nunca apurava nada contra a esquerda !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *