Governo federal inclui trecho paraense da BR-230 no Plano Nacional de Desestatização

O governo federal publicou nesta sexta-feira (11), decreto que trata da inclusão de trechos de rodovias federais no Plano Nacional de Desestatização (PND). Consta no documento, o trecho paraense da BR-230 (Transamazônica). A Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), será a responsável pelo processo licitatório, que ainda não tem data para ocorre.

No mesmo decreto, a União qualifica empreendimentos públicos federais do setor portuário  no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República, para estudos de concessão à iniciativa privada.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência informou que a medida “busca ampliar e modernizar investimentos em empreendimentos estratégicos a fim de retomar o crescimento econômico do país”.

“A qualificação dos empreendimentos permite que eles sejam outorgados à iniciativa privada para exploração econômica, possibilitando a ampliação da capacidade logística”, diz a nota.

No setor portuário, foram qualificados oito projetos, entre eles o Porto Público de Itajaí, em Santa Catarina, que faz parte do Complexo Portuário de Itajaí, juntamente com os Terminais de Uso Privado (TUPs): Teporti, Poly, Trocadeiro, Barra do Rio, Braskarne e Portonave.

“O porto de Itajaí tem considerável relevância no cenário nacional, já que está estrategicamente localizado próximo às principais rodovias da Região Sul do país, a BR101 e a BR470”, disse a Secretaria-Geral. (Com informações do Ministério da Infraestrutura)

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *