Três juízes federais com atuação no Pará estão entre os novos dirigentes da Ajufer

A Associação dos Juízes Federais da 1ª Região (Ajufer), entidade que representa os magistrados do Pará e mais 12 estados, além do Distrito Federal, empossou seus novos dirigentes para o biênio 2020-2022 na sexta-feira, 6 de novembro.

A cerimônia de posse dos dirigentes ocorreu virtualmente, através da plataforma Teams, e foi transmitida ao vivo pelo canal da Ajufer no YouTube. O desembargador federal Carlos Pires Brandão, do TRF1, ocupará o cargo de diretor Cultural da Associação.

Entre os novos dirigentes estão três juízes federais com atuação no estado do Pará: Ilan Presser, da 1ª Turma Recursal do Pará e Amapá; Rodrigo Cerqueira, da Subseção de Castanhal; e Hugo Frazão, da 2ª Vara da Subseção de Santarém.

A Diretoria Executiva está assim composta: presidente: juiz federal Shamyl Cipriano, da SJRO; 1º vice-presidente: juiz federal Ilan Presser, da SJPA; 2º vice-presidente: juiz federal Marllon Sousa, da SJAM; secretária-geral: juíza federal Mara Lina Silva do Carmo, da SJMG; diretor Social e de Benefícios: juiz federal Rodrigo Mendes Cerqueira, da SJPA; diretor Cultural: desembargador federal Carlos Pires Brandão, do TRF1; diretor de Divulgação e Comunicação: juiz federal Hugo Leonardo Abas Frazão, da SJPA; diretora de Assuntos Legislativos: juíza federal Laís Durval Leite, da SJRO; diretor Financeiro e do Patrimônio: juiz federal Fernando Cléber de Araújo Gomes, da SJGO; diretora de Eventos: juíza federal Camile Lima Santos, da SJMT; diretor de Convênios: juiz federal Ricardo Beckerath da Silva Leitão, da SJRO; diretor de Projetos Especiais: juiz federal Márcio Sá Araújo, da SJMA, e diretor de Assuntos da Magistratura: juiz federal Emmanuel Mascena de Medeiros, da SJMG.

O Conselho Fiscal está assim constituído: José Márcio da Silveira e Silva, Ionilda Maria Carneiro Pires e Marla Consuelo Santos Marinho – membros efetivos; Arthur Nogueira Feijó, Luiz Régis Bomfim Filho e Diego Câmara Alves – membros.

RG 15 / O Impacto com informações do TRF-1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *