Enfermeiro é acusado de estuprar a própria filha de 07 anos em Santarém

Chegou à redação do Jornal O Impacto uma denúncia gravíssima envolvendo um servidor público da SESPA identificado como Raylan Sebastião Matos da Silva. Segundo denúncia feita por sua filha, o indivíduo, que já possui um enorme histórico de acusações de violência familiar, agora é suspeito de abusar de uma outra  filha de apenas 07 anos de idade. Segundo a denunciante, a criança começou a apresentar um comportamento estranho, se encontrava retraída e não queria comer. Quando a jovem veio para cuidar da menor, ao conversar com ela, a menina então confessou que o pai havia cometido o abuso sexual e que não foi a primeira vez. A irmã disse também que a garotinha apresenta bolhas e inchaço na vagina, e ao ser levada para realização de exame foi comprovado que ela está algum tipo de DST. De acordo com ela, o próprio médico consultado disse que isso poderia ser consequência de abuso.

A jovem foi à delegacia fazer a denúncia e pede ajuda, pois diz já estar cansada de tantos maus-tratos. Segundo ela, o homem já foi denunciado outras vezes por espancamento, violência doméstica, tem histórico de negligencia, maus-tratos, porém o conselho tutelar continua deixando a guarda dos filhos em suas mãos. Assim, ela já não sabe mais o que fazer e a quem recorrer.

“Ele me agredia, agredia os meus irmãos psicologicamente, fazia um terror, não deixava a gente ir para a casa da minha mãe visitar ela, era muito raro. Ela é separada. E ele me espancava várias vezes, tanto que eu já denunciei, tem histórico, tem  a denúncia no conselho tutelar e nada acontece, então é por isso que eu estou fazendo esse apelo, para que alguma coisa aconteça. Para que essas crianças não voltem para a casa dele” – desabafou.

A denunciante também contou que está sentindo muito medo por conta da denúncia, pois o pai é um homem bastante violento, e com isso receia o que ele poderá vir a fazer contra ela ao saber da queixa.

No momento a menina de 07 anos está com a mãe e passa por acompanhamento psicológico. “A gente tá levando no psicólogo porque a criança não está comendo direito, ela mal dorme, quando ela vai dormir ela grita, chora, tem pesadelos”, contou.

Aparentemente, o homem agora está vivendo no bairro do Caranazal. A família então pede que as devidas providências sejam enfim tomadas, pois, de acordo com a denunciante, desde o ano de 2017 ela faz denúncias à delegacia, conselho tutelar e Ministério Público, porém infelizmente nada aconteceu até hoje.

Colaborou Diorlando Sousa

RG 15 / O Impacto

11 comentários em “Enfermeiro é acusado de estuprar a própria filha de 07 anos em Santarém

  • 23 de novembro de 2020 em 11:51
    Permalink

    safado tem e que mofar na cadeia e sem direito a jugamento ,isso e inaceitavel
    a filha fala que varias vezes foi denuciado e nao fizeram nada agora que adianta denucia se n dao importancia ,so depois que acontece o pior e que vao querer investiga ,paciencia isso me deixa revoutada.

    Resposta
    • 27 de novembro de 2020 em 06:36
      Permalink

      Esse Patife deveria pegar uma surra tão grande pra ficar desmaiado. E a mãe também p ela assumir sua responsabilidade e cuidar da criança.

      Resposta
  • 23 de novembro de 2020 em 11:41
    Permalink

    safado tem e que mofar na cadeia e sem direito a jugamento ,isso e inaceitavel

    Resposta
  • 22 de novembro de 2020 em 08:12
    Permalink

    Eu me recuso a acreditar que a justiça foi conivente com esses fatos relatados pela menina desde 2017. Como pode alguém que tem varias acusôes ( provas) e ter a guarda das crianças? O MPF deveria averiguar a conduta dos servidores envolvidos desde 2017 nesse caso, porque não é possivel eles terem feito “vista grossa” pra esse caso. É uma vegonha essa justiça. Depois que é feito justiça com as próprias mãos, ai sim essa ” justiça vai se manifestar”? Tenho é nojo dessa situação, se fosse minha filha, neta e sobrinha eu fazia justiça sim. Porque quem é responsavel para proteger NÃO FEZ NADA.

    Resposta
  • 22 de novembro de 2020 em 08:00
    Permalink

    Porque a porra desse jornal não estampa a cara desse fdp? Tá parecendo a TV Tapajós com matéria pela metade, se fosse um pé de chinelo já tava a cara dele estampada, põe a cara desse lixo pra todos conhecerem e se precaverem dele, e com certeza vão aparecer outras vítimas!

    Resposta
  • 21 de novembro de 2020 em 08:52
    Permalink

    Imaginar , quantas vezes ele nos atendeu no hospital da Unimed, encostou na minhas filhas, encostou em mim…nojo de um desgraçado desses!! Meu extinto de mãe não falha, nunca gostei do jeito dele!! Tem que sofrer muito na cadeia…ordinário seboso!!

    Resposta
  • 20 de novembro de 2020 em 22:54
    Permalink

    Estou revoltada com esse caso; muito mais revoltada com os servidores responsáveis do que com o próprio marginal. O cara é um doente mental, está endemoniado, merece cadeia; porém, os servidores responsáveis, merecem “pena de morte” pelo que estão impondo a uma criança.

    Resposta
  • 20 de novembro de 2020 em 22:48
    Permalink

    Pior do que o ato deste enfermeiro marginal, são os atos dos servidores dos órgão competentes para solucionar o problema, estes servidores que por descaso, preguiça e até maldade, nada fazem para minimizar o sofrimento desta criança, são servidores incompetentes e malvados, esquecem que um dia Deus devolve

    Resposta
  • 20 de novembro de 2020 em 19:42
    Permalink

    Esse homem é um psicopata de fazer isso com a própria filha um (maníaco) ele Por trabalhar na área de saúde por ter filhos o que passa na cabeça dele ele é doente cadê as autoridades?Até quando isso ?

    Resposta
  • 20 de novembro de 2020 em 18:33
    Permalink

    Como pode uma pessoa tão baixa e sem caráter fazer isso, e depois de tantas denúncias ainda tá circulando livre nas ruas? As autoridas estão esperando ter sangue derramado pra agir?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *