Artigo – Arqueólogos divulgam ter achado o tabernáculo da “Arca da Aliança”

Artigo: Por Oswaldo Bezerra

Arqueólogos encontraram na Cisjordânia uma série de artefatos que apontam para o local onde o santuário do Tabernáculo estava localizado, antes de desaparecer em 1050 aC. O lugar corresponde às pistas que a Bíblia dá.

O Tabernáculo era um santuário móvel, construído pelos israelitas sob as instruções de Deus a Moisés. Incluía um templo interno para abrigar a Arca da Aliança. Era uma peça de madeira folhada de ouro que, segundo a tradição judaica, foi desenhada e criada por ordem divina para conter as tábuas dos dez mandamentos.

Acredita-se que o Tabernáculo acabou sendo destruído pelos filisteus em 1050 a.C., na época em que eles roubaram a Arca da Aliança dos israelitas. Segundo a Bíblia, o templo estava localizado em Shiloh, uma cidade mais antiga que Jerusalém em 369 anos. Esta cidade sobreviveu desde a época em que o Sumo Sacerdote Eli morreu até o roubo da Arca.

As passagens dos livros canônicos indicam que no santuário interno, também conhecido como Sanctasanctorum, havia um véu sustentado por quatro postes. Esta instalação era cercada por um pátio externo e uma parede. O Tabernáculo também abrigava uma mesa e um altar de ouro com incenso.

A equipe de arqueólogos descobriu uma área retangular no leito de uma rocha localizada perto de um pico. Esta área, conhecida como Tabernáculo Plateau, é grande o suficiente para abrigar o pátio do santuário, disse Tom Meyer, professor de estudos bíblicos no Shasta Bible College and Graduate School, na Califórnia.

Além disso, os arqueólogos encontraram pequenas cavidades cavadas em intervalos que podem ter sido buracos usados ​​para apoiar os postes de madeira da cerca externa do santuário.

Os arqueólogos também descobriram nas proximidades três chifres de pedra que uma vez adornavam três dos quatro cantos do altar localizado no pátio do Tabernáculo.

Tudo se encaixa perfeitamente como as peças de um quebra-cabeça antigo. Com a ajuda deles, os cientistas podem localizar a localização exata do santuário de 3.400 anos atrás, antes de ser destruído.

A cidade de Shiloh, localizada no coração da região montanhosa bíblica, tornou-se a primeira capital de Israel logo após a conquista de Canaã, por volta de 1400 aC. Foi o centro cultural, religioso e político da nação. Portanto, evidenciou-se que os achados remetem sim ao Tabernáculo.

RG 15 / O Impacto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *