Drama nos Hospitais do Pará com iminente desabastecimento de remédios do kit intubação

A falta de leitos e de profissionais de saúde tem demonstrado o colapso que alcançou o sistema de saúde público e privado no Brasil. O aumento exponencial de pacientes que morrem à espera de atendimento especializado, tais como os que precisam de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), agora tem acarretado mais um drama, a falta de medicamentos.

Se nada for feito pelos governos, nos próximos dias, pacientes que estão internados nas UTI’s terão risco de morte. Na sexta-feira, 26, o Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia de Covid-19 (Giac) enviou ao Ministério da Saúde ofício comunicando a situação de desabastecimento de remédios do kit intubação no Pará.

Uma documentação elaborada pelo Hospital D. Luiz I da Sociedade Portuguesa Beneficente do Pará, que mostra que é iminente a falta de medicamentos necessários para a intubação de pacientes no estado, foi anexado ao ofício, assinado pela Subprocuradora-Geral da República Célia Regina Souza Delgado, direcionado ao Ministro da Saúde Marcelo Queiroga. No documento é solicitado adoção de providências urgentes para mitigar o problema relatado.

Veja abaixo o relato do hospital:

 

 

RG 15 / O Impacto

Um comentário em “Drama nos Hospitais do Pará com iminente desabastecimento de remédios do kit intubação

  • 29 de março de 2021 em 22:33
    Permalink

    Se o Pará houvesse adotado o atendimento preventivo, como fizeram São Lourenço e Itajubá em MG, Taquara, Cristal, Porto União, Porto Feliz e mais vinte municípios, onde é baixíssimo o numero de internados e de mortos, hoje não haveria esse sufoco. Alô secretários de saúde, copiem o que está dando certo, ao invés de ficarem gritando por milagres !

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *