Pai morre e filha de cinco anos pede socorro na estrada, após capotagem do carro

O grave acidente matou Adenilson de Araújo Medeiros, 37 anos, feriu a esposa dele, Francisca Ferreira Gomes, e a filha do casal, Sofia Ferreira Gomes, de cinco anos. E foi Sofia quem conseguiu parar motoristas na rodovia Faruk Salmen, pedindo ajuda, por volta de 1h20 da madrugada deste domingo (19). Com informações do site Ze Dudu.

A família retornava da zona rural de Parauapebas, quando, em uma curva entre a Vila Palmares I e o Bairro Nova Vitória, Adenilson Medeiros perdeu o controle do carro e o veículo saiu da pista.

O carro desceu uma pequena ribanceira e capotou várias vezes. Os três ocupantes foram arremessados para fora do veículo, que parou cerca de 20 metros, após bater em uma palmeira, dentro de uma área de fazenda.

A família viajava no Fiat Pálio, cor prata, de placas JTL-8818/Belém (PA). De acordo com o cabo Eliel, da Polícia Militar, que estava de serviço com o soldado Brendo, quando eles chegaram ao local, o casal estava caído longe do veículo e a criança, na pista.

O policial militar informou que, após o acidente, Sofia, mesmo com escoriações pelo corpo, subiu a ribanceira e foi para a rodovia, onde erguia os braços pedindo socorro.

A criança conseguiu parar alguns caminhoneiros, que ficaram surpresos com a cena da menina na beira da pista e logo procuravam saber o que estava acontecendo. A menina apontava para o local onde o carro e os pais dela estavam.

Um dos motoristas ligou para a Polícia Militar, informando sobre o acidente. No mato estavam Francisca Gomes, desacordada, e Adenilson Gomes, agonizando.

Os policiais chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que com duas ambulâncias, prestou socorro à mãe e à criança, levando-as para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Parauapebas (HMP).

O pai de Sofia, porém, Adenilson de Araújo Medeiros morreu ainda no local. Ele apresentava um grande golpe na cabeça. O corpo dele foi removido pela equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

Foto:

Fonte: O Liberal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *