Acusada de matar namorado a tiros é presa por descumprimento de medidas cautelares

A jovem identificada como Raquel Silva Travassos, acusada de ter matado o namorado a tiros, foi apresentada a 16° Seccional de Polícia Civil por descumprimento de duas medidas cautelares, na tarde desta quinta-feira (27), em Santarém.

O juiz Gabriel Veloso, da 3ª Vara Criminal de Santarém, determinou a prisão preventiva da jovem após pedido da acusação, que demonstrou duas quebras de medidas de forma clara e patente. São elas:

  • Se recolher na sua residência todos os dias úteis até as 21h e lá permanecer até as 7h00;
  • Se recolher em sua residência durante 24h do dia naqueles que não forem dias úteis.

De acordo com a decisão interlocutória criminal, houve total desrespeito com as medidas cautelares impostas, pois a acusada não permaneceu em casa no horário fixado, ou seja, após as 21h da sexta-feira (22/1), e também não permaneceu em casa nas 24h do sábado (22/01), pois estava pernoitando em um hotel situado no centro da cidade.  Há ainda um boletim de ocorrência comprovando a ficha de registro e filmagens que capturaram imagens da acusada entrando e permanecendo no local.

A jovem foi presa pelo delegado Herbert Farias Júnior e deverá ser apresentada para audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (28). O juízo que já havia designado audiência de instrução e julgamento para o dia 21 de fevereiro, às 9h, manterá a data, pois faltam menos de 30 dias para ocorrer, e tratará o caso com réu preso.

O crime

Na tarde do dia 21 de junho de 2021, Raquel Travassos matou o namorado, Matteo Santos, de 25 anos, com três tiros em um apartamento situado na Avenida Cuiabá, entre as avenidas Plácido de Castro e Borges Leal, no bairro Caranazal, em Santarém.

De acordo com informações de populares, houve um desentendimento entre o casal no domingo (20). A suspeita teria saído do apartamento ainda à noite e voltou pela manhã já armada com uma pistola que seria do pai, policial militar da reserva.

Segundo um amigo da suspeita, o relacionamento já era considerado abusivo de ambas as partes e vinha se prolongando durante esses 8 a 9 meses que ficaram juntos. Ainda segundo testemunhas, as discussões persistiam quando houve os três disparos de uma pistola.40. Matteo foi alvejado ainda no sofá, os tiros atingiram a cabeça, o maxilar e a mão.

Por Diene Moura

O Impacto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.