Informe RC

VOTO DO CORAÇÃO

Em política, armas usadas dentro da legislação eleitoral são válidas para ganhar eleição. Jogo de inteligência. A plebiscitária “11 de dezembro” para criação de um Estado não é uma disputa qualquer como outras ocorrendo de 2 em 2 anos, esta é bem diferente, difícil ocorrer, mexe com nossos antepassados, sonhos e coração, estando em jogo a formação de duas unidades federativas, a do Tapajós e Carajás. Leio num jornal da capital e estranho o comportamento de quem sai na frente com mais de 700 mil votos, da Frente Superpartidária contra a criação dos dois, tenham procurado o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, dizendo externarem preocupações e temerem a migração de eleitores de outros estados ao Pará para votarem favorável às regiões que querem se emancipar, pedindo ao TRE publicar no site eletrônico do Tribunal as transferências, como se isso impedisse o desejo daqueles distantes virem ao Pará usarem o voto do coração. É como se viessem assistir ao Círio de Nazaré. Que assim seja.

SANTO, SANTO, SANTO

O senador Alfredo Nascimento “PR”, ex-ministro dos Transportes, exonerado pela excelência Presidente, apontado como um dos comandantes no maior assalto da República a verbas destinadas a obras de seu Ministério, usou a tribuna do Senado na tarde de terça para explicar sua participação no crime, falou bastante, não convenceu ninguém, não disse nada, a não ser de ser inocente, transferindo a seus adversários no Amazonas as acusações “sem provas” que tem recebido sua gestão, não ter havido superfaturamento nas contratações, aditivos desnecessários e desmentindo auditorias do Tribunal de Contas da União. Quanto ao filho de 27 anos, dono de firma de engenharia em Manaus, que aumentou seu patrimônio em 8.500% num espaço de 3 anos, está sendo vítima de um jornalista e da empresa do rebento haver crescido honestamente, sem ter tido ligações com empreiteiras do governo, quando Ministro. Elogiou seu partido e, naturalmente, a Excelência. Se fosse na China, já teria sido julgado, lá não existe missa de 7º dia.

ALÔ, DOUTOR, SALVE O PANTERA

Nunca uma solicitação feita à Justiça por um membro do Conselho Deliberativo “advogado Jubal Cabral”, de um clube esportivo “São Raimundo”, foi aguardada com ansiedade quanto agora, que pede o afastamento da atual diretoria, prestação de contas (2009/2010) não apreciadas pelo Conselho e a formação de uma junta governativa até a eleição de nova, não descartando o retorno as mesmas mãos se tudo estiver certinho. O medo dos associados do Pantera, expressado por Jubal no seu petitório em pedir a interferência da Justiça é do clube perder sua sede em leilão na Justiça do Trabalho para quitar reclamações de pernas de pau e sustentar muitos malandros da bola. A decisão final deve caber ao Juiz Titular da 3ª Vara Cível e evitar do São Raimundo continuar passando vexames, transformado em saco de derrotas. Para quem viveu 15 minutos de fama e passou 30 dias de férias no Rio de Janeiro, é triste. Salve o clube, doutor.

QUASE O MESMO

Membros da Justiça assim como punem em determinadas situações também contribuem com a impunidade, põem criminosos em liberdade, passando por cima de leis, aumento a descrença da sociedade. Desta vez, o beneficiado, por decisão impensada de um desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, foi um condenado por crimes hediondos a quase 100 anos de prisão (latrocínios, seqüestros e cortar a cabeça de um colega de cela), preso num presídio em Município próximo a capital por cometer faltas graves dentro da cadeia e sendo detento de alta periculosidade, teve os benefícios cortados. Seu advogado pediu ao Tribunal (habeas-corpus) a suspensão da decisão, mas a bondade do magistrado, autor do despacho, foi mais além: determinou ao Juiz titular da Vara de Execuções de Araçatuba a expedir Alvará de Soltura ao criminoso. O mesmo que uma excelência no Pará, em transe de loucura, mandasse liberar os matadores dos irmãos Novelino.

NOVELAS CANSATIVAS

Leitores de jornais da capital, pelos ingredientes colocados nas novelas de publicação diárias “OAB-Pa e Assembléia do Pará”, se torna difícil apontar quem cometeu maior deslize: os acusados de desvios de verbas do Poder Legislativo ou o advogado Jarbas Vasconcelos, presidente da OAB, personagem central da venda tida como ilegal e imoral de um terreno pertencente a Sub-Secção da Ordem em Altamira. Maioria aponta o dirigente da entidade que congrega advogados no Estado como melhor ator, anos luz a frente dos figurantes da Assembléia. Dramaturgia envolvendo Poder e Dinheiro reserva sempre final inesperado. Semana passada, Juiz da 9ª Vara Penal de Belém, colheu denúncia do Ministério Público contra 4 envolvidos nas fraudes da Assembléia, ao mesmo tempo chegavam a capital Conselheiros Federais da OAB nacional para apurar as estripulias do Jarbas e verem a maneira de tirar a instituição do ralo.

PROMETEM AGILIDADE

Normalmente prestações de contas do governo estadual são analisadas num ano pelo Tribunal de Contas do Estado “TCE” e no seguinte são apreciadas pelos deputados na Assembléia Legislativa. Comum Governador um ano depois de deixar o cargo ter todas (4) aprovadas, raro não ocorrer. Com os prefeitos, de responsabilidade dos de Contas dos Municípios “TCM”, as coisas são mais demoradas, isso não ocorre, têm alguns que chegam a passar acima de 10 anos para as contas serem julgadas, ex-gestores e atuais chegam até serem barganhados “quando enrolados” para darem apoio político a candidatos a troco de promessas de conserto e aprovação, como dizem ter ocorrido com um eleito Deputado Estadual. Agora estão prometendo julgar mais rápido as contas públicas, tem Vereador completando 2 ou 3 mandatos sem ter tido o prazer de julgar uma.

A POLÍCIA NÃO TEM CULPA

Com a preparação do canteiro de obras para início da construção da usina de Belo Monte no rio Xingu, a migração de comerciantes, funcionários de empresas, as cidades em torno do projeto e próximas, se somam marginais que vem para matar, roubar e operar com venda de drogas. Dizem do preço do progresso ser caro, os municípios da região Oeste paraense há meses começaram a pagar a fatura, em todos, neste ano, o número de veículos e motos “puxados”, roubos, assaltos seguidos de mortes e tráfico de entorpecentes aumentaram. Santarém está tomada de traficantes e bocas de fumo a vontade, nem igrejas, estudantes e escolas têm escapado, estão roubando tudo que possa fazer dinheiro pra compra do fumo. No centro da cidade dezenas de assaltos, diariamente, são praticados a luz do dia. Não dá para culpar Polícia, a tendência é piorar.

ABACAXI CASCUDO

Com Praça ou sem Praça da Bíblia, de responsabilidade da Prefeitura construir, dinheiro tem, “oriundo de emendas na Câmara Federal, do deputado Zequinha Marinho”, grupo de pastores de 6 Igrejas informam ser desejo dos evangélicos de Santarém ter como candidato a Prefeito nas municipais de 2012 o Vereador-pastor Reginaldo Campos “PSB”, que para engrossar o caldo contaria com apoio de militares da ativa e da reserva da PM do Estado, cuja associação local tem serviços prestados extensivo a toda região e possuem parentes eleitores residentes no Município. Mais um abacaxi cascudo para o coordenador do PT descascar, já que os religiosos se não atingirem o objetivo prometem apoio a Maurício Correa, futuro PR, onde também querem o Reginaldo como vice.

PARADA GAY

Que os adeptos da prática formam um grupo numeroso toda a cidade sabe, mas o LGTB “lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais”, em Santarém, se comportam de maneira tímida, sentem vergonha de familiares, poucos têm coragem em exibir sua sexualidade como fato consumado, principalmente nas escolas. Como a vida é curta e cada ser humano busca o prazer da maneira que lhe prouver, atendendo as vibrações do corpo, chegou a hora de festejarem suas conquistas sociais e consolidar prática ao resgate da cultura e da cidadania do grupo e realizarem, com ajuda do poder público estadual e municipal, como ocorre noutros lugares, a próxima Parada do Orgulho LGTB, não em dois ou três quarteirões da Av. Tapajós e sim no Colosso do Tapajós, num espetáculo bonito e demorado. O povo vai aplaudir.

PODE OU NÃO CHEGAR

A coluna continua afirmar, embora outros digam o contrário, da possibilidade de haver eleições em 2 turnos nas municipais de 2012 na disputa pela Prefeitura de Santarém e das cadeiras na Câmara Municipal. Pode não ocorrer, mas o interesse demonstrado pela população em votar na eleição plebiscitária (11 de dezembro) para a criação do Estado do Tapajós, onde no Cartório Eleitoral a média semanal de novos eleitores chega a mil, até ao encerramento em fins de setembro pode chegar a um dígito menos dos 200 mil, já que 3 meses atrás estávamos beirando os 187 mil. Se chegar, tudo bem, ganha os partidos e os políticos, se não, agradece o eleitor, que vota uma só vez. Resta aguardar 2016, se até lá a região do Lago Grande de Franca ou a Vila de Alter do Chão não chegar a Município.

MANCHETE DIÁRIA

O educado prefeito de Monte Alegre, Jardel Vasconcelos “PMDB”, conhecido por excesso de “gentileza” não deve ter recebido com sorrisos a compra da rádio Mirante FM, do federal Vladimir Costa, pela família Hage, seus adversários políticos no Município. Para o gestor “com baixo índice de popularidade” que tinha no veículo de comunicação o cabo eleitoral número um de sua administração, enaltecida em loas dia a dia, a troco de 13 ou 15 mil reais mensais, politicamente deve ter encarado como desastre, extensivo a madame, deputada Josefina do Carmo, sérios candidatos ao esquecimento radiofônico, relacionados aos seus feitos, mas ruins e inventadas vão ser manchete a toda hora.

POUCO MUDA

Com a provável abertura em setembro da Janela da Infidelidade, dando aos portadores de mandatos mudar de partido, em Santarém, só 2 vereadores devem usar o benefício oficial para materializarem suas pretensões políticas há muito anunciadas, o vereador Maurício Correa “PMDB”, já desligado, e Gerlande Castro PP. José Maria Tapajós deve permanecer no PMDB, embora tenha sido o primeiro em falar a sair. Evaldo Costa PT, no reservado, opositor a direção local, e com problemas de saúde, continua no partido, mas não deve concorrer a 2ª reeleição, colocando um substituto. Quanto à formação de coligações na disputa pela Prefeitura, o grupo de legendas ligadas ao PT em comparação a 2008, vai encolher e muito.

FAZENDO INVEJA

Mais um Prefeito sem ligação nenhuma com o PT, mostrando ser o programa federal Minha Casa, Minha Vida, bancado pela Caixa Econômica, apolítico, o de Aveiro, um dos menores municípios da região Oeste, assina convênio com a Caixa local e consegue à cidade sede financiamento de R$1.6 milhão destinados a construção de 100 casas populares à famílias de baixa renda, causando inveja a Santarém, onde moradia pra pobre continua no ponto zero. Parece que enterraram caveira de burro. Deve haver motivação, por sinal bem justa a este tratamento desigual. E olhem, no Município vizinho, o primeiro dos 5 desmembrados do nosso, não existe secretaria de Habitação. Se depender do Prefeito inaugura este ano, com direito a hasteamento da Bandeira e Hino Nacional.

ALERTAR NÃO OFENDE

“Senadores” do “Senadinho” (laterais da Garapeira Ypiranga, na Praça da Matriz), em reunião secreta, decidiram, ainda este mês de agosto, tornar público um ato deprimente envolvendo figuras influentes na política e na sociedade. É como diz o ditado: mato tem olhos e paredes têm ouvidos.

Por: Ronaldo Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *