Agência do Ministério Trabalho de Altamira Transformada em Gerência Regional

Odair Corrêa, superintendente do MTE no Pará

A construção da Usina Hidrelétrica Belo Monte, no Rio Xingu, permitirá o abastecimento de energia ao povo brasileiro, incluindo indústrias e comércio, sem a necessidade de remoção de índios de suas aldeias. A usina está sendo construída em uma área atualmente ocupada por cerca de 4,3 mil famílias em zonas urbanas e 800 famílias em zonas rurais.

O governo garante que todos os residentes afetados pela construção da barragem poderão optar por indenização de terrenos e benfeitorias em dinheiro, realocação monitorada ou reassentamento. As estimativas indicam que 19 mil empregos diretos serão criados no pico das obras, atraindo aproximadamente 90 mil pessoas para a região nessa etapa. O custo da obra é estimado em R$ 20,3 bilhões.

Em função da geração de milhares de empregos, o Superintendente Regional do Trabalho e Emprego no Pará, Odair Corrêa, destacou que a unidade de Agência no município de Altamira foi transformada em Gerencia Regional do Trabalho e Emprego, já publicado no Diário Oficial da União.

“A nova unidade funcionará para dar atendimento a Belo Monte e Região da Transamazônica. Com um suporte maior e a presença de mais servidores administrativos e auditores fiscais que deverão assumir em Altamira serão chamados pelo último concurso”, enfatizou Odair Corrêa.

Fonte: Rg 15/O Impacto e Ascom/SRTE/PA

Um comentário em “Agência do Ministério Trabalho de Altamira Transformada em Gerência Regional

  • 12 de março de 2012 em 19:55
    Permalink

    Seria muito bom se em função de toda essa transformação, fossem realmente chamados mais servidores administrativos e auditores que foram aprovados no último concurso. Mas até a presente data isso nem saiu do papel…Confio nesse governo e tenho certeza de que essa intenção irá se concretizar, confio em ti Superintendente Odair Corrêa e em nossos governantes.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *