Santareno pode ser o 2º brasileiro a ir ao espaço

Miguel Ângelo se prepara nos EUA
Miguel Ângelo se prepara nos EUA

Dizem que sonho de criança é fantasia pura e não se realiza. Mas para o santareno Miguel Ângelo de Siqueira Sampaio, 30 anos, o sonho se realizou bem melhor do que ele imaginava.  Quando criança, Miguel Ângelo olhava as estrelas e sonhava ser astronauta, viajar pelo espaço e descobrir a sensação da profissão que desperta o fascínio de muitas pessoas desde o início da corrida espacial na década de 60.
Nascido em Santarém, em 1982, cresceu vendo o pai, mecânico de caminhões, construir as próprias ferramentas e tocar uma pequena oficina na Avenida Curuá-Una. Foi assim que o garoto santareno tomou gosto pelo ramo da engenharia. Foi aí que a vontade de conhecer outros lugares pelo mundo e se tornar um astronauta amadureceu junto com o garoto.
Ao chegar o momento de prestar vestibular, em 2000, o desejo era estudar engenharia, curso que não existia em Santarém. Mas, como nem tudo na vida é fácil e os pais de Miguel não podiam mantê-lo em Belém ou Manaus, ingressou no curso de matemática na Universidade Federal do Pará (UFPA) e resolveu tentar fazer carreira em Santarém mesmo. Mas, greves e falta de estrutura da universidade, aliados ao fato de não estar estudando o que queria, levaram o garoto a buscar outros ares, em busca de realização de seu sonho em u dia chegar á Lua.
Foi quando Miguel Ângelo, que na época não passava de um adolescente sonhador, resolveu fazer a prova do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), um dos mais concorridos e mais difíceis da América do Sul. “Para ser honesto, eu não tinha muita informação sobre o que era o instituto. Vi um cartaz no colégio que dizia que tinha curso de engenharia eletrônica, era da Força Aérea e que dava alimentação, alojamento e estudo grátis. Coloquei na minha mente que iria passar. A concorrência era de oitenta e dois candidatos por vaga. Estudei em casa, usei muito a biblioteca da Casa de Cultura”, conta Miguel, lembrando que no início da década passada não havia muitas informações na internet e era difícil estudar, mas foi aprovado para cursar engenharia eletrônica no ITA.
Rumo ao espaço – Com a aprovação, o santareno foi morar em São José dos Campos, interior de São Paulo, formando-se em 2006. Atualmente, é coordenador técnico do subsistema de energia do Satélite Amazônia I, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que deve monitorar a região para o controle do desmatamento e será lançado em 2014.
Atualmente, Miguel mora em São Paulo, mas está cursando engenharia espacial na International Space University, em parceria com a University of South Austrália, em Adelaid, na Austrália. “Devido ao meu desempenho, fui enviado pela minha empresa para fazer o curso. Estou aqui desde o Réveillon. Foi muito importante para mim, não só em termos de carreira, mas também porque realizei um sonho de conhecer o mundo, de dar a volta no planeta”.
E foi na Austrália que o santareno soube da competição para um vôo pelo espaço.
A competição: Uma marca de desodorante está recrutando jovens do mundo todo para uma viagem ao espaço. Inicialmente, haverá um desafio nacional, o qual irá selecionar oito brasileiros por meio de votação pelo site da empresa. Estes viajarão para Orlando (EUA), onde passarão pelo processo final de seleção. Nesta etapa, os candidatos irão participar de três missões de treinamento. Um grupo de especialistas vai selecionar os 22 mais bem preparados para ir ao espaço. Os vencedores da competição viajarão a 103 km de altitude com uma empresa de turismo, em dezembro de 2013.
Chances do santareno: Para que o santareno fique entre os oito candidatos que serão selecionados na etapa nacional, é necessário ter, pelo menos, 10 mil votos pela internet, sendo que o total conquistado por ele até o momento ultrapassa 1.500 votos. Até a publicação desta matéria, Miguel estava entre os 40 mais bem colocados. “Acho que é muito factível, e se o povo de Santarém me ajudar, posso conseguir sim. Estou acreditando nisso. Além do que, as pessoas vão saber que tem um santareno à frente de parte das atividades do programa espacial brasileiro”, acredita.
A votação encerra no dia 21 de abril. Para votar, basta acessar o link da competição:  https://www.lynxapollo.com.
Primeiro brasileiro no espaço: O primeiro astronauta brasileiro foi o coronel Marcos Pontes, que viajou na ‘Missão Centenário’, em 2006, época em que o militar tinha 43 anos. A base de lançamento foi Baikonur, no Cazaquistão, com destino a Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês) e durou 10 dias.
A ‘Missão Centenário’ foi criada, definida, contratada e gerenciada pela Agência Espacial Brasileira, que é o único órgão responsável do governo brasileiro pela administração de políticas e orçamentos do setor espacial no país.
A missão visava realizar experimentos nacionais em microgravidade, incentivar o crescimento dessa área de pesquisa no Brasil, homenagear Santos Dumont e promover o Programa Espacial Brasileiro.
Marcos Pontes nasceu em Bauru (SP), em 11 de março de 1963. Em 1998, ele teve que deixar de exercer as funções militares para poder servir o Brasil nas funções de Astronauta, na Nasa, em Houston, Texas, no Programa da Estação Espacial Internacional.
Porém, Marcos Pontes é militar e, por isso, o santareno quer fazer história e ser o primeiro brasileiro civil a viajar ao espaço. “O sonho de me tornar astronauta não se encaixa apenas em meu desejo particular de atingir o espaço, mas também poder dizer com orgulho que um santareno conquistou o espaço sideral. Penso que somos carentes de referências no Brasil inteiro que inspirem, não somente as crianças, tornando as mais conscientes, mas também os adultos para que cuidem do seu papel. Seria um grande feito que um santareno estivesse entre os enviados da humanidade, fazendo o nome da nossa cidade conhecido mundialmente. Com certeza, o interesse das pessoas pelos estudos aumentaria, o que faria com que nossos políticos pensassem mais na educação da região”, acredita o santareno Miguel Ângelo. Com informações e fotos de João Machado.

Por: Carlos Cruz

11 comentários em “Santareno pode ser o 2º brasileiro a ir ao espaço

  • 27 de fevereiro de 2013 em 13:13
    Permalink

    Eu to muito feliz de sabe que um santareno vai para o espaço ;se depender de nossa cidade ajudaremos ele chegar la ;força ai estamos torcendo por voce .

    Resposta
  • 22 de fevereiro de 2013 em 11:43
    Permalink

    A vontade de vencer todos tem, agora atingir a sua meta é um grande desafio! Miguel Ângelo, Santareno, brasileiro, tu terás o teu objetivo alcançado, eu votarei no referido site. Qaulquer ajuda é válida, mesmo que seje de um político! Quem acha que santareno é sempre um coitado e humilhado, é porque nada dá certo na vida de quem pensa assim e é um persimista.
    _ PARABÉNS pelo teu esforço e que Deus sempre te abençôe.., e que boas sortes fluem cada vez mais na sua vida.

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 20:23
    Permalink

    EU SÓ ESPERO QUE NÃO COLOQUE O SANTARENO NO RABO DO FOGUETE. PORQUE O SANTARENO COITADO É SEMPRE HUMILHADO. BASTA DIZER O QUE JÁ PASSAMOS NOS 350 ANOS.
    AGORA VAI APARECER UM PORRADA DE POLÍTICOS QUERENDO APARECER NAS COSTA DO GAROTO.
    VAI EM FRENTE AMIGO QUE TUDO CORRA BEM COM VC EO QUE LHE DESEJO. NÃO DEIXE POLITIQUEIRO ESTRAGAR SUA CARREIRA NÃO, CONTE COM SUA FAMÍLIA. BOA SORTE

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 17:50
    Permalink

    Sou mais a entrevista do jorge serique, mais elaborada do que essa matéria! Fica dito!

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 17:38
    Permalink

    Concy Roos Que Surpresa Agradabilíssima! Um jovem de Santarém nesta \”corrida \” internacional para ir ao Espaço ! Parabéns, Miguel Ângelo! Que nosso Brasil saiba valorizar teu esforço;tua busca; tua luta em favor da Ciência e da Humanidade ! Parabéns, ao Jorge. Serique pela ótima entrevista, colocando- nos a par das \”Novidades\” da Nossa terra, Nossa Pérola do Tapajós , Santarém / Pará /Brasil : ). Linda entrevista do Jorge Serique. Conceição rebelo, santarena que mora em São Paulo

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 17:35
    Permalink

    Seus pais devem estar orgulhosos de você, vá em frente e conquiste tudo de bom para sua vida. Sou paraense, mas resido em manaus.

    Parabéns.

    Resposta
  • 21 de fevereiro de 2013 em 17:09
    Permalink

    tem que colocar aquela entrevista feita pelo Jorge no jornal impresso po que nem todos tem oportunidade de ler. Vai bombar!bombarrrrr Muito boa! parabéns ao jorge e ao jornal que tem uma ótimo entrevistador

    Resposta
    • 22 de fevereiro de 2013 em 07:19
      Permalink

      O SANTARENO SANGUE BOM! SANTARENO SANGUE DE CAZUZA! NÃO VEJA NENHUM SANTARENO COM JORNAL NA MÃO. SANGUE BOM JORNAL AQUI EM SANTARÉM É MUITO CARO, 2 FOLHAS POR R$2,00. SANGUE DE CAZUZA É MELHOR DEIXAR A MATÉRIA NA TV E NA INTERNET.
      VALEU CAZUZA

      Resposta
      • 22 de fevereiro de 2013 em 11:42
        Permalink

        É que o Jornal o Impacto impresso, todos podem ler Cazuza nem tdos tem computador ou notebook ou celular com internet igual avocê que tudo pode ler on line. Veja os outros que nao tem e o impresso e muito mais lido!

        Resposta
        • 22 de fevereiro de 2013 em 17:47
          Permalink

          O SANGUE BOM DE CAZUZA,TU DEVES SER DONO OU PERTENCER AO JORNAL NÉ CAZUZA. OLHA CUIDADO QUE SANGUE BOM DE CAZUZA DEU NO QUE DEU.
          TA PUXANDO MUITO O SACO DO JORNAL

          Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *