Anvisa suspende os produtos com soja da marca Ades

Ades
Ades

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta segunda-feira, 18, a suspensão da fabricação, distribuição, comercialização e consumo, em todo o território nacional, de todos os lotes dos produtos ”alimento com soja” da marca Ades, fabricados pela linha de produção TBA3G da empresa Unilever Brasil, localizada em Pouso Alegre, Minas Gerais. Segundo a Unilever, a linha de produção que foi suspensa é apenas uma das 11 de fabricação do Ades. A Agência justifica em resolução publicada também nesta segunda-feira no Diário Oficial da União (DOU) que a punição aos produtos se deve “por suspeita de não atenderem às exigências legais e regulamentares” do órgão.

Em nota, a Unilever diz que a contaminação por produto de limpeza detectada na semana passada limita-se a 96 unidades do Ades sabor maçã e que desde então nenhum produto da linha de produção TBA3G foi distribuído ao mercado. A empresa informa ainda que começou a retirada do mercado das unidades pedidas pela Anvisa e que os demais produtos que não pertencem ao lote AG estão em perfeitas condições de consumo e continuarão no mercado.

A suspensão abrange todos os lotes dos produtos com os sabores de abacaxi, vitamina banana, cereais com mel, zero frapê de coco, chá verde com tangerina, zero laranja, chá verde com limão, zero maçã, chocolate clássico, zero original, chocolate com coco, zero pêssego, frapê de coco, zero vitamina banana, laranja, zero uva, maçã, laranja, manga, maracujá, melão, morango, uva, original, pêssego, shake morango. Alguns sabores tiveram suspensão em mais de um tipo de embalagem. A Resolução 1.005 da Anvisa descreve as embalagens específicas de cada produto suspenso.

Recall. Na semana passada, a Unilever anunciou recall de 96 unidades do suco Ades maçã de 1,5 litro fabricadas no dia 25/02/2013, do lote com as iniciais AGB 25. Segundo a empresa, houve uma alteração no conteúdo do envase devido a uma falha no processo de higienização, o que resultou no envasamento de solução de limpeza no lugar de suco.

De acordo com nota emitida pela Unilever, o consumo dessa substância pode causar queimaduras. Catorze pessoas procuraram a Unilever relatando que tinha ingerido o produto e destas, doze aceitaram receber tratamento médico às custas da empresa.

O lote que sofreu alteração foi distribuído nos Estados de São Paulo, do Rio de Janeiro e Paraná. Na ocasião do anúncio do recall, a empresa pediu que os consumidores que estivessem de posse de sucos desse lote não consumissem o produto e entrassem em contato com a Unilever pelo telefone 0800 707 0044, das 8h às 19h, ou pelo e-mail sac@ades.com.br.

Fonte: Estadão

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *