PM morre após ser baleado durante tentativa de assalto em Belém

Josenilson Silva
Josenilson Silva

O policial militar Josenilson Silva Pinto morreu no domingo (14) após ser baleado durante um tentativa de assalto no bairro do Marex, em Belém. O corpo do PM foi velado na noite de domingo, em uma funerária particular localizada na Travessa Lomas Valentina.

O crime ocorreu na noite de sábado (13). O PM reagiu ao assalto e baleou dois suspeitos. Um deles morreu no local. Segundo a polícia, Josenilson faleceu em um hospital particular, localizado no bairro da Pedreira, para onde foi encaminhado após ser atingido por um tiro no abdômen.

De acordo com a polícia, o sargento da PM foi surpreendido por uma dupla de assaltantes quando estava em frente á casa onde morava, na rua da Pampulha, acompanhado da família. Ele reagiu e durante a troca de tiros, atingiu os dois bandidos.

Um dos suspeitos morreu no local e o outro foi encaminhado para o Pronto Socorro Municipal da 14 de Março. Após o atendimento de emergência, ele foi autuado pelo crime. Um revólver calibre 38 usado pelos criminosos foi apreendido pela polícia.

Atingido da região do abdômen durante o tiroteio, o PM foi internado em um hospital particular na noite de sábado (13), mas não resistiu ao ferimento e morreu no domingo (14).

Fonte: G1

3 comentários em “PM morre após ser baleado durante tentativa de assalto em Belém

  • 20 de abril de 2013 em 13:47
    Permalink

    bom,eu espero que o assaltante que esta no hospital sabreviva para arcar com as concequencias do mundo,com certesa a familia do policial esta muito triste,mais a familia do assaltante tambem esta.mae que e mae sabe disso.os criminosos ja foram detidos mais a familia nao tem culpa ok!

    Resposta
  • 20 de abril de 2013 em 13:35
    Permalink

    eu lamento Muito pela morte dele ,ele com certesa eragente fina mais erle esta em um lugar melhor agora
    a familia dos assaltantes nao tem culpa de nada disso que esta acontecendo mais os assaltantas tiveram o que mereciao ok!quem nao deve nao teme.

    Resposta
  • 16 de abril de 2013 em 16:27
    Permalink

    E ainda tem direitos humanos para esses bandidos. Santa Misericordia para as pessoas hoestas que são vítimas desses vermes. Destroem famíias e ainda são acobertados pelas organizações de direitos humanos, mas duvido que alguma entidade desse tipo tenha procurado a família do policial para prestar solidariedade.Infelizmente, chego a conclusão de que nesse país todos os valores estão invertidos. Espero que o bandido internado no hospital seja privado da liberdade pelo menos por uns 15 anos, caso venha a sobreviver dos ferimentos. Uma lástima. Que a polícia com atuação em Santarém não permita que esses bandidos assolem a cidade, para que não tenhamos os mesmos registros de Belém, pois aqui tenho observado, bem feliz, que esses marginais logo possuem um fim merecido.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *