Prefeitura de Juruti está em dias junto aos órgãos oficiais

Prefeito Marco Aurélio colocou Prefeitura adimplente junto aos órgãos
Prefeito Marco Aurélio colocou Prefeitura adimplente junto aos órgãos

Ao contrário de centenas de prefeituras pelo Brasil, a Prefeitura de Juruti está totalmente adimplente junto aos governos Federal e Estadual, graças a uma árdua batalha travada pelo prefeito Marco Aurélio Dolzane do Couto e sua equipe de governo desde o primeiro dia de sua administração.

“Uma das maiores dificuldades enfrentadas logo no início do governo foram as dívidas com órgãos federais como INSS, Pasep e outros, o que dificultava a captação de recursos para obras e serviços, mas graças ao empenho de nossa equipe de governo hoje conseguimos resolver esse problema”, comemora o prefeito jurutiense.

Com isso, o município de Juruti está apto a celebrar convênios e apresentação projetos para captação de recursos para investimentos nas áreas de educação, saúde, assistência social, saneamento básico, cultura, esporte, etc. Essa determinação do prefeito Marco Aurélio fez com que a prefeitura pudesse executar  obras de abastecimento de água na cidade e no interior, expansão da rede de energia elétrica nas comunidades rurais, construção de praças, abertura e recuperação de estradas e ramais, além de manter os programas básicos de saúde e assistência social.

Segundo o prefeito de Juruti, com o governo do Estado, por exemplo, foi possível liberar o convênio fruto de emenda do deputado estadual Júnior Ferrari para a construção do tão sonhado Galpão das Tribos que está em fase de execução nos terrenos das tribos Muirapinima e Mundurukus, além de cadastrar o município para receber 15 quilômetros de asfalto  que beneficiará todos os bairros da cidade ainda não atendidos com esse benefício como: São Marcos, Maracanã I e II, Nova Vitória, Nova Jerusalém, etc.

O prefeito Marco Aurélio disse ainda que o município de Juruti está prestes a ter liberado vários convênios graças a sua regularização junto aos órgãos federais e estaduais. Segundo ele, quem ganha com isso é a população que terá muito mais obras e serviços chegando em suas comunidades e bairros.

Por: Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *