Motorista de prefeitura no AM faz chantagem e exige sexo para transportar passageira

Um motorista da prefeitura de Mancapuru (AM) foi denunciado por exigir sexo para transportar uma senhora, mãe de um rapaz com problemas mentais, até Manaus. Por necessitar fazer a viagem para buscar remédios para o filho, a mulher cedia às investidas do motorista, que ao invés de fazer o seu serviço com dignidade se aproveitava da fragilidade e da necessidade da vítima para cometer o crime.

A denúncia foi realizada pela própria vítima através de vídeos. Segundo informações, o motorista era contratado para fazer o serviço de transporte e assim levar a mulher de forma gratuita até Manaus para que ela pudesse buscar o remédio do filho, que sofre de transtorno afetivo bipolar e por isso não pode ficar sem a medicação. Como ela não tem condições de arcar com o tratamento por conta própria e dependia do serviço público, ela era obrigada a se deslocar até a outra cidade e no caminho sofria a chantagem.

A vítima disse que só cedia por causa de seu filho, mas em um momento não aguentou mais e denunciou os abusos sofridos. Em um desabafo publicado na internet, a mãe diz:

“Eu tenho um filho de 20 anos q tem um problema mental chamado: transtorno bipolar afetivo. Não pode ficar sem os remédios dele q já muda logo de humor, fica com raiva me responde mal, não dorme a noite etc. Aí ele toma três qualidades de remédio. Um deles custa 140 reais uma caixa. Os outros dois são mas barato dou meu jeito de comprar. Mas esse de 140 eu pego lá em Manaus no CEMA, mas sou muito humilhada pq quem me leva lá pra pegar esse remédio pro meu filho é um cara que é motorista da prefeitura aqui de Manacapuru, ele trabalha no carro que conduz as pessoas q não tem condições de pagar uma passagem até Manaus assim como no meu caso né. Aí eu vou com esse cara mas em troca ele quer q eu faça sexo com ele, vcs estão me entendendo? É horrível ter que se submeter tamanha humilhação pra poder ir até Manaus buscar um remédio pro meu filho poder mater a calma e dormir bem a noite. Me sinto muito mal por isso”.

Segundo informações, após tomar conhecimento do caso a prefeitura de Manacapuru emitiu um comunicado no qual informa que demitiu o motorista assim que soube dos crimes e que vai colaborar com a justiça para a resolução do caso.

Com informações do Diário Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *